Minhas Leituras de 2017

terça-feira, janeiro 09, 2018




       Finalmente um novo ano se inicia, 2017 se foi e junto com ele todo meu plano de leitura. Infelizmente não pude ler tantos livros quanto esperava, principalmente porque os últimos meses foram bem difíceis para mim na faculdade. Da meta de 52 livros (um por semana) só consegui ler 26 e deixar alguns pelo caminho haha. Mas não tem problema, este ano irei me dedicar mais a leitura e ao blog, é claro. Nesta lista vou omitir alguns dos livros que li, deixando apenas os mais divertidos e relevantes, pois acredito que não ficaria interessante mencionar todos, já que parte das leituras que fiz foram voltadas para a minha área de estudo (jornalismo). Então, sem mais delongas, vamos aos livros!


1. Guia do Mochileiro das Galáxias

       Douglas Adams é genial, e a série do Mochileiro das Galáxias é muito divertida! Apesar de ser um livro pequeno, de poucas páginas, confesso que de início tive um pouco de dificuldade na leitura, pois fazia um bom tempo que não lia algum livro assistir muita TV faz isso com as pessoas kk ou não.  E o estilo do autor é um pouco diferente dos que estou acostumada. Ele começa discorrendo sobre um assunto e termina em outro para lá na frente retornar ao ponto de partida. Foi bem confuso para mim, e só a partir do terceiro livro senti que já estava adaptada. Entretanto, minha opinião sobre o livro é que ele é ótimo! E é essencial para àqueles que se consideram geeks/nerds, e mais ainda para os whovians como eu! Afinal, o terceiro livro (e o meu favorito, diga-se de passagem!) A Vida, O Universo e Tudo Mais foi escrito para ser uma das aventuras do Doctor¹. Não é à toa que eu tenha me identificado mais com ele.

       O Guia do Mochileiro das Galáxias conta as aventuras de Arthur Dent e Ford Prefect, dois amigos que escaparam da destruição da Terra de carona em uma nave alienígena. Arthur, sendo o possível último ser humano do universo, conseguiu sobreviver graças a Ford Prefect - um alienígena que vivia disfarçado na Terra - que enquanto fazia suas pesquisas para o Guia do Mochileiro das Galáxias, acabou ficando preso no planeta. Com a chegada da Frota de Construção Vogon, Ford finalmente conseguiu a oportunidade que tanto esperava para abandonar o planeta, mas não podia deixar Arthur ali com a possibilidade da Terra ser destruída, decidindo então levá-lo consigo. E a partir deste ponto inicia-se a primeira aventura de Ford Prefect e Arthur Dent.


2. Um Apelo à Consciência
    
       Meu companheiro de viagem! Lia quase todos os dias no ônibus à caminho da faculdade, cochilava com ele, e sempre naquela luta contra o sono, me forçando a ler. Começar o dia lendo os belos discursos de Martin Luther King? Melhor coisa! Acho que esse é um daqueles livros que todos devem ler em algum momento na vida, porque abre nossa mente para tantas questões importantes. Luther King era um verdadeiro líder, e tenho ele como exemplo de vida. Não tem como não ficar emocionado com os seus discursos a favor da paz, seu princípio de não violência na luta pela conquista de direitos, etc. E  ao conhecer um pouco dos pensamentos deste grande homem, fiquei bastante decepcionada com os grupos que se dizem a favor das minorias, enquanto usam da violência na busca de conquistar seus objetivos. Sempre acusando os outros do ódio que, na verdade, eles carregam e cultivam dentro de si. Não posso jamais concordar com esse tipo de atitude, menos ainda depois de ler esse livro, que faz um verdadeiro apelo à consciência. Um apelo tanto aos preconceituosos, quanto a esses movimentos violentos que estão se desenvolvendo mundo afora.

       Um Apelo à Consciência contém os melhores discursos de Martin Luther King Jr., selecionados e organizados por Clayborne Carson - historiador da Universidade Stanford - e pelo arqueólogo Kris Shepard. Teve ajuda também de Coretta King, esposa de Luther King.


3. A Revolução dos Bichos

        Mais um da série de livros que todos devem ler em algum momento da vida! A Revolução dos Bichos é genial. Assim como foi George Orwell, é claro. Apenas um gênio poderia escrever um livro como este. Acredito até que esta é uma das leituras mais necessárias para a época em que estamos vivendo. Não tenho muito o que dizer sobre A Revolução dos Bichos, pois tudo se resume em: leitura candente. Ou seja, importante e urgente! O resto deixo para os críticos, que são melhores avaliadores desta obra do que eu kk

       A revolução dos bichos narra a tomada de poder dos animais de uma granja contra seus donos. Porém, a revolução resulta em uma tirania muito pior que a dos humanos.


4. A Lei - Por que a esquerda não funciona?

       Segundo livro que trata de assuntos liberais que eu li. Em 2016 foi As Seis Lições, e no último ano este do Bastiat. Esta versão que tenho possui comentários relacionados ao contexto brasileiro, o que é bem interessante. Aliás, eu comprei ele baratinho não lembro onde, acho que foi na Submarino. Custou apenas R$ 8,00 sei que não vem ao caso, mas sei lá, quis mencionar kk, talvez se você ficar atento pode encontrar uma boa oferta como essa. Mas vamos voltar ao foco. Eu gostei bastante deste livro porque esclarece tanta coisa, é de fácil compreensão e também entra na lista de livros que todos deveriam ler. Eu acho até que devo mesmo ter tentado fazer alguns amigos lerem, pois é de grande relevância para que as pessoas saibam como o socialismo é uma boa ideia somente por fora, no embrulho, na maneira que o apresentam. E que na realidade é uma ideia perigosa, capaz de causar muitos danos.

       Em A Lei, Bastiat discute temas como liberdade, direitos à propriedade, espoliação, igualdade, livre iniciativa, impostos, democracia, sufrágio universal, autoritarismo, etc. Trazendo reflexões de diversos filósofos e pensadores sobre a política e a vida em sociedade.



5. Filosofia para Corajosos

       Eu não poderia deixar 2017 sem ter lido algo do Pondé, não é mesmo? Filosofia para Corajosos foi a única obra do filósofo Luiz Felipe Pondé que eu li até o momento. Mas é um livro tão bem escrito, tão cheio de ideias bacanas, que não consigo deixar de ficar ansiosa para ler os seus outros. A Era do Ressentimento, Os Dez Mandamentos (+um), Marketing Existencial e Amor Para Corajosos - que deve ser o mais recente dele - estão entre os que fiquei bastante interessada. O melhor de Filosofia para Corajosos é que ele traz uma reflexão voltada para a necessidade de se buscar a autonomia de pensamento. Principalmente em uma época em que não somos incentivados à pensar, mas sim ensinados sobre o que pensar.

Filosofia para Corajosos "é uma espécie de história da filosofia vista pelos meus olhos. Na linguagem do grande filósofo Friedrich Nietzsche, pensar com sua própria cabeça ou fazer uma história da filosofia vista pelos seus próprios olhos é 'aprender a falar sua própria língua'. Fazer isso não é tarefa para covardes. É necessário ter coragem para dizer o que se pensa. Para fazer isso, é também necessário conhecer algumas ideias que os filósofos e outros pensadores pensaram antes de nós", diz o autor sobre o livro.



6. Guia Politicamente Incorreto da Economia Brasileira

       Esse livro é muito bom para quem quer compreender melhor como funciona a economia brasileira. Narloch apresenta vários dos mitos e clichês econômicos, desmistificando cada um. Você vai descobrir que o lucro é bom para o desenvolvimento do país, que as leis trabalhistas prejudicam os trabalhadores, que o bolsa família tira dos pobres para dar aos ricos, e que o PT já foi contra o bolsa família. São assuntos que tocam mesmo na ferida de um certo grupo ideológico vou até parar por aqui kk. Considero esse livro de grande importância para quem quer entender de maneira mais simples assuntos da economia que afetam diretamente nossa vida. E garanto que após a leitura você vai sentir que muito do que acreditava ser o melhor para o país, é na verdade o que dificulta mais o seu crescimento econômico e o enriquecimento da população.

O Guia Politicamente Incorreto da Economia Brasileira nasceu com a intenção de desmascarar o discurso de políticos bem-intencionados e ativistas que apoiam leis e medidas econômicas que prejudicam os trabalhores brasileiros, e contribuem com a miséria do país. Mostrando que "o bom mocinho é o maior vilão da economia brasileira"


7. O Pequeno Príncipe

       Tem livro mais fofo que esse, gente? Não consigo pensar em nenhum outro agora. O Pequeno Príncipe é um livro que eu deveria ter lido há séculos, pois me senti tão bem e tão triste ao mesmo tempo ao concluir a leitura. É um livro que ensina muito, e por conta do seu caráter existencialista, eu sinto que a cada vez que o ler, um novo sentimento vai despertar em mim. Com o amadurecimento, novos problemas, novos pensamentos, é bem mais provável que ele tenha um significado diferente para mim no futuro. Outra coisa que acho interessante, e que o livro mostra, é que muitas vezes nos esforçamos tanto em busca de amores, amizades, felicidades, ou mesmo o sentido para nossa própria existência, que não valorizamos aquilo que sempre tivemos, as pessoas que sempre estiveram ao nosso lado. E eu particularmente adoro tudo que exalta a importância da simplicidade. Esse livro é como um antídoto para nosso desespero e angústia. Com certeza vai te cativar!
Mas se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Será para mim único. E eu serei para ti única no mundo

8. Mestre Gil de Ham

       Esse livro é muito divertido! E foi o primeiro livro de J. R. R. Tolkien que li na verdade este seria o Silmarillion, se eu tivesse concluído a leitura. Mestre Gil de Ham é uma história infantil que Tolkien contava para seus filhos. E ele é brilhante! Acho que entendo C. S. Lewis ao dizer que "uma história infantil que só pode ser apreciada por crianças não é uma boa história infantil". Tolkien mostra que isso é pura verdade! Os dois - grandes amigos, diga-se de passagem - escreveram histórias geniais para crianças. E me perdoem se não consigo falar de Tolkien sem falar do Lewis, é que aqui no meu coração os dois moram juntinhos kk tá, parei com a breguice kk. E esse livro, junto com O Pequeno Príncipe, já está na lista de livros que quero ler para meus filhos no futuro. E sério, esse é o sentimento que eu tive ao ler Mestre Gil de Ham kk será que estou com sintomas de velhice? Não sei. Enfim, eu super recomendo ele para vocês!


       Mestre Gil de Ham conta a história de um fazendeiro com muita sorte, que após afugentar um gigante para longe de suas terras, e por conta das extravagâncias do seu cachorro, acaba ganhando uma enorme popularidade. Com toda essa fama, ele acaba sendo obrigado também a lidar com um dragão que foi visto nas proximidades das terras em que mora. E a partir deste ponto começam as aventuras de Mestre Gil de Ham.


9. Orgulho e Preconceito

       Maravilhosa seja Jane Austen por ter escrito Orgulho e Preconceito! Gente, me perdoem, mas me sinto uma novata no mundo da leitura, sério mesmo. Eu nunca tinha lido um romance clássico como esse. Li A Moreninha séculos atrás e não lembro de nada da história exceto daquela parte do moribundo, que foi uma fofura né. Mas Jane Austen, você é brilhante, mulher! Vou te dar um Hi-five quando chegar no céu e te encontrar! ok, já chega Eu adorei Orgulho e Preconceito, os diálogos foram a melhor parte de toda a história para mim. Estou apaixonada pelo Mr. Darcy, gente, como faz para parar? Não me fala, porque não quero. Não sei falar sobre esse livro sem parecer louca e histérica. Acho que já deu para entender que o livro é ótimo e Jane Austen um gênio. Então fica aí a recomendação. Só há duas opções: ler ou fazer a leitura.

       Orgulho e Preconceito é uma comédia de costumes que conta a história de Elizabeth Bennet, uma jovem que cresceu em uma família em que todas as mulheres só pensam em casamento, e frequentam os bailes, jantares e demais compromissos sociais em busca de um bom pretendente. Com a chegada de Mr Bingley e seu amigo Mr. Darcy, as garotas se sentem animadas, e logo uma das irmãs Bennet se aproxima de Mr. Bingley. Enquanto Elizabeth sente-se julgada e desprezada por Mr. Darcy, voltando sua atenção e preferência ao militar Mr. Wickham.


10. Emma

       Tenho que confessar que achei Emma uma personagem bem chatinha, fresca e mimada no início; Frank Churchill me deixou desconfiada em vários momentos, principalmente porque ele parecia falso, como se estivesse tentando forçar simpatia; e o Mr. Knightley um homem sensato e incrível. Acho também uma grande palhaçada o fato dele não ter sido um personagem mais frequente, devido a certas circunstâncias. Até foi complicado para mim aceitar o desenrolar da história em determinado momento, apesar de não ter sido pega de surpresa. Mas vamos evitar spoilers. E isso não é crítica alguma a Jane Austen, afinal eu acabei de encher ela de elogios há poucos minutos, né? kk Bom, eu gostei muito de Emma, mas prefiro um milhão de vezes Orgulho e Preconceito. Mas entre os dois Emma com certeza tem valores importantíssimos a ensinar. Acho que é essencial a leitura deste livro durante a adolescência. Então se eu tivesse que recomendar um livro ótimo para moldar o caráter, Emma seria, em contraste com a minha preferência, um milhão de vezes mais importante que Orgulho e Preconceito. kk E ignorem esses "um milhão de vezes", eu tenho essa mania absurda de usar termos exagerados para qualquer coisa.

       Emma - personagem que dá nome ao livro - é uma garota rica, com grande beleza e inteligência. Após sua governanta Miss Taylor se casar, Emma passa a morar sozinha em Hartfield com seu pai, Mr. Woodhouse. A garota se orgulha de ser um pouco responsável pelo casamento de Miss Taylor. E por conta do sucesso que obteve com seus esforços, passa a querer formar também outros casais. Mas seus erros de julgamento e precipitações acabam causando a ela grandes surpresas e decepções.


Outros livros que li em 2017: Eleanor & Park, e Fangirl (ambos da Rainbow Rowell); Box Sherlock Holmes (Aeroplano Editora); A Arte da Guerra (Sun Tzu); Aforismo e Afins (Fernando Pessoa); Os Sofrimentos do Jovem Werther (Johann Wolfgang Von Goethe); Jornalismo de Rádio, e Jornalismo de TV (ambos da editora Contexto); O que é jornalismo (Clóvis Rossi).

Você pode gostar também

0 comentários

Curta a página no Facebook

Anúncio