Rotina infantil: quartos organizados influenciam na disciplina da criança

segunda-feira, março 23, 2020

(Foto: Divulgação)

A prática de organizar é um estímulo que deve ser transmitido de pais para filhos

A chegada de um filho muda tudo na vida de uma família e, claro, pede alguns ajustes na casa. Com tantas mudanças existe uma palavra que precisa ser chave para tudo: organização. Entre as dúvidas frequentes dos pais estão a escolha dos móveis, a disposição das peças no guarda-roupa, a quantidade ideal de bichinhos para decoração e de brinquedos para os pequenos. 

Nessas horas, é importante recorrer ao profissional para entender e diferenciar o que é necessário e o que é excesso. “As pessoas se dedicam muito à decoração do quarto, escolha de móveis e, ao final, esquecem de pensar também no aspecto funcional, que é tão importante quanto”, pontua Leide Ferreira. A personal organizer dá dicas para reduzir a bagunça de forma rápida e prática no dia a dia. Confira:

1. Organize o quarto da criança por áreas. Por exemplo, cantinho da leitura, de estudos, de brincadeiras;
2. Tenha um cesto para roupas sujas, assim seu filho conseguirá definir o que é limpo e o que é sujo;
3. Tenha um espaço somente para calçados;
4. Coloque etiquetas em caixas, baús e gavetas, dessa forma será mais fácil para a criança na hora de organizar;
5. Ensine seu filho a arte da reutilização;

Monte suas ideias e inclua os pequenos no processo. Como estão em uma fase de crescimento e ainda em formação, as crianças estão em momento ideal para adquirir comportamentos para uma vida toda. A prática de organizar é um estímulo que deve ser transmitido de pais para filhos.

Para a Psicóloga Camilla Alves, ser criança implica necessariamente aprender a se organizar não apenas externamente (aprender a cuidar do próprio corpo, vestir-se, manusear talheres etc), mas também internamente, quando precisa organizar seus sentimentos, e as vastas informações que recebe sobre o mundo e a relações. Dessa forma, a organização do ambiente ajuda as crianças a não sentirem uma sobrecarga nessa necessidade de diferenciação e organização.

Além disso, "estimular a organização do ambiente também ajuda as crianças a aprenderem sobre autocuidado", afirma. Segundo a profissional, ensinar a manter material escolar em bom estado, quarto limpo, e roupas sujas separadas de roupas limpas, passa também por educar a criança a cuidar de si e da sua saúde.

Colaboração da Assessoria Gira Sol

Você pode gostar também

0 comentários

Curta a página no Facebook

Anúncio